Lista das 10 maiores mineradoras de ouro do mundo tem 4 do Canadá



Lista das 10 maiores mineradoras de ouro do mundo tem 4 do Canadá

Na comparação com o ranking do ano passado, a grande novidade foi a saída da sulafricana Sibanye, um spin-off da Gold Fields, que cedeu o décimo lugar para a Freeport McMoran, mais conhecida pela produção de cobre. A Kinross tomou o quarto lugar da Goldcorp. Enquanto que a Polius tomou o sétimo lugar da Gold Fields.

Embora a lista das dez maiores tenha se mantido relativamente estável por vários anos, a WGC acredita que os próximos anos haverá grandes alterações. Neste ano, é possível que a Barrick seja ultrapassada pela Newmont, cuja meta de produção é maior. De acordo com a WGC, quase 30% da produção global provêm de mineiros de ouro não estatais.

Em 2017, os maiores produtores de ouro do mundo foram:

Barrick Gold: 5,32 milhões de onças (Moz), com meta de 5 Moz.

Newmont Mining: 5,27 Moz, com orientação 2018 de 5,2 Moz.

AngloGold Ashanti: 3,76 Moz, com orientações de 2018 de 3,4 Moz.

Kinross Gold: 2,67 Moz, com orientação de 2,5 Moz.

Goldcorp: 2,57 Moz, com orientação de 2,5 Moz.

Newcrest Mining: 2,38 milhões de oz. em 2017, com orientação de 2,6 Moz.

PJSC Polyus: 2,16 Moz, com orientação 2018 de 2,4 Moz.

Gold Fields: 2,16 Moz, com orientação de 2018 de 2,1 Moz.

Agnico Eagle Mines: 1,71 Moz, com orientação de 2018 com 1,5 Moz.

Freeport McMoran: 1,43 Moz, com orientação 2018 de 2,2 Moz.

A lista contém quatro mineradoras canadenses: Barrick, Kinross, Goldcorp e Agnico Eagle Mines. Entre as maiores mineradoras de ouro apenas a AngloGold e a Kinross produzem o metal precioso no Brasil.

 

FONTE: http://www.noticiasdemineracao.com/